fbpx

Governo quer acabar com reajuste real de piso salarial do professor

Governo quer acabar com reajuste real de piso salarial do professor

O jornal Folha de São Paulo publicou nesta segunda-feira, 19, a informação de que o governo Bolsonaro quer acabar com o aumento real do piso salarial do professor no Brasil, com proposta de alterar a lei do piso do magistério no projeto que regulamentará o Fundeb – Fundo de Valorização e Manutenção do Desenvolvimento da Educação Básica.

A ideia, segundo jornal, é vincular o reajuste só pelo INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), ou seja, pela inflação, e não mais como é hoje _ reajuste vinculado à variação do valor por aluno pago pelo Fundeb, o que reflete aumentos acima da inflação, mas os municípios e estados alegam que pressiona as contas.

Caso a regra já valesse, o reajuste em 2019 seria de 4,6%. O último aumento do piso salarial do magistério, instituído por lei em 2008, foi de 12,84%, quando se chegou ao valor de R$ 2.886,24. No dia do Professor, o governo Bolsonaro fez propaganda sobre este ganho, como se fosse resultado de sua gestão.

Mais informações na Folha de São Paulo. 

Deixe um comentário

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print