fbpx

MPF recomenda a 16 municípios lista de vacinação pelo critério de prioridade

MPF recomenda a 16 municípios lista de vacinação pelo critério de prioridade

O Ministério Público Federal (MPF) recomendou a 16 municípios de Rondônia que sigam o critério de prioridade na aplicação de vacinas destinadas aos trabalhadores da saúde que correm alto risco de exposição. A vacinação deverá ser realizada a partir de listas nominais que indiquem o risco para cada profissional (local de trabalho, atividade que exerce, idade e comorbidades) .

Na lista de risco devem ser adicionados profissionais da saúde idosos ou com comorbidades como hipertensão de difícil controle, anemia falciforme, diabetes, doença pulmonar obstrutiva crônica, doença renal, doenças cardiovasculares e cerebrovasculares, transplantados de órgão sólido, câncer ou obesidade grave.

Segundo o MPF, não deve haver discriminação entre classes de trabalhadores, sejam eles técnicos de enfermagem, serviços gerais, médicos, enfermeiros, seguranças de unidades de saúde, fisioterapeutas, entre outros. A prioridade da vacinação deve ser objetiva e ter o risco de morte e de transmissão a que está exposto o trabalhador como critério principal.

Nos casos de municípios que não possuem leitos de UTI ou de enfermaria covid-19, são considerados prioridade os profissionais da saúde que atuam no serviço de atenção básica, como postos de saúde.

Deixe um comentário

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print