Com 39,7% da produção nacional, RO é o maior produtor de tambaqui do país

Com 39,7% da produção nacional, RO é o maior produtor de tambaqui do país

Divulgada nesta quinta-feira, 15, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatistica (IBGE), a Pesquisa da Pecuária Municipal (PPM) revela que Rondônia continua como o principal produtor de tambaqui do Brasil, com 39,7% da produção nacional. Segundo dados de 2019, foram produzidas no ano passado 40 mil toneladas do peixe no estado, destacando-se na produção o município de Ariquemes, com 9,3  mil toneladas.

Destacam-se como maiores produtores, a seguir, os municípios de Cujubim, com 4,1 mil toneladas; Rio Crespo, com 2,3 mil toneladas; Mirante da Serra, com 2,1 mil toneladas e Monte Negro, com 1,9 mil toneladas.

Produção de peixes cresce 1,7%, com destaque para a Tilápia

A piscicultura brasileira produziu 529,6 mil toneladas em 2019, um aumento de 1,7% em relação a 2018. A região Sul seguiu na liderança, respondendo por 32,9% da piscicultura nacional, com aumento de 4,8% na produção. O Estado que lidera a produção, desde 2016, é o Paraná (23,9%).  Nova Aurora (PR) foi o principal município produtor, seguido por Morada Nova de Minas (MG), Ariquemes (RO) e Toledo (PR).

Com alta de 3,5% no ano, a Tilápia continuou sendo a principal espécie, totalizando 323,7 mil toneladas, ou 61,1% do total da piscicultura nacional. Sua criação está concentrada principalmente no Sul e no Sudeste. O tambaqui, segunda espécie mais produzida (19,1%), predomina na região Norte, e totalizou 101,1 mil toneladas.

Monte Negro (RO): maior produtor de pirarucu

Rondônia também se destaca na produção do pirarucu, contribuindo com 51,75% da produção nacional, sendo Monte Negro (RO) o município de maior produção nacional, com 8,20%. Ariquemes lidera no país não apenas a produção de tambaqui, mas também das espécies jatuarana, piabanha e piracanjuba, representando 21,96% da produção nacional. A participação de Rondônia na produção destes peixes é de 91,74% nacionalmente.

Produção da aquicultura

Produtos

Quantidade produzida

Principal estado produtor

% da produção nacional

Principal município produtor

% da produção nacional

Carpa (Quilogramas) 18.048.763 Rio Grande do Sul 50,26 Ajuricaba (RS)

1,88

Curimatã, curimbatá (Quilogramas) 3.099.776 Maranhão 71,20 Igarapé do Meio (MA)

9,18

Dourado (Quilogramas) 60.076 São Paulo 74,21 Mogi Guaçu (SP)

15,31

Jatuarana, piabanha e piracanjuba (Quilogramas) 3.508.270 Rondônia 91,74 Ariquemes (RO)

21,96

Lambari (Quilogramas) 661.019 São Paulo 35,76 Tupã (SP)

18,15

Matrinxã (Quilogramas) 3.466.779 Amazonas 50,90 Rio Preto da Eva (AM)

23,08

Pacu e patinga (Quilogramas) 11.542.637 São Paulo 30,65 Juquiá (SP)

13,86

Piau, piapara, piauçu, piava (Quilogramas) 3.048.304 Maranhão 28,58 Almas (TO)

8,20

Pintado, cachara, cachapira e pintachara, surubim (Quilogramas) 10.917.884 Mato Grosso 45,16 Sorriso (MT)

13,88

Pirapitinga (Quilogramas) 1.754.321 Acre 39,91 Paragominas (PA)

21,38

Pirarucu (Quilogramas) 1.892.650 Rondônia 51,75 Mirante da Serra (RO)

  8,20

Tambacu, tambatinga (Quilogramas) 40.098.426 Mato Grosso 51,23 Nossa Senhora do Livramento (MT)

21,82

Tambaqui (Quilogramas) 101.079.464 Rondônia 39,71 Ariquemes (RO)

9,28

Tilápia (Quilogramas) 323.713.965 Paraná 37,23 Nova Aurora (PR)

5,37

Traíra e trairão (Quilogramas) 808.145 Rio Grande do Sul 31,98 Presidente Epitácio (SP)

14,85

Truta (Quilogramas) 2.032.137 Minas Gerais 63,55 Sapucaí-Mirim (MG)

18,22

Tucunaré (Quilogramas) 91.887 Bahia 32,80 Canudos (BA)

25,96

Outros peixes (Quilogramas) 3.799.087 Santa Catarina 28,12 Nova Lacerda (MT)

17,56

Alevinos (Milheiros) 1.348.315 Paraná 30,64 Nova Aurora (PR)

6,65

Camarão (Quilogramas) 54.335.722 Rio Grande do Norte 38,25 Pendências (RN)

7,28

Larvas e pós-larvas de camarão (Milheiros) 11.996.720 Rio Grande do Norte 55,87 Canguaretama (RN)

30,61

Ostras, vieiras e mexilhões (Quilogramas) 15.215.778 Santa Catarina 97,31 Palhoça (SC)

58,07

Sementes de moluscos (Milheiros) 46.173 Santa Catarina 86,57 Florianópolis (SC)

86,57

Deixe um comentário

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print