fbpx

Três projetos de concessões florestais no AM incluídos no PPI

Três projetos de concessões florestais no AM incluídos no PPI

Estão previstos investimentos diretos pelos concessionários das três áreas de R$ 387 milhões.

Informações do Mapa

O Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) da Presidência da República aprovou nesta quarta-feira (2) a qualificação da concessão florestal com manejo sustentável das Florestas Nacionais de Balata Tufari, Jatuarana e Pau Rosa, todas localizadas no estado do Amazonas. Estão previstos investimentos diretos pelos concessionários das três áreas de R$ 387 milhões, com geração estimada de 2,5 mil empregos diretos e 5 mil indiretos.

A concessão florestal permite que a administração pública delegue a pessoas jurídicas, selecionadas por licitação, o direito de realizar Manejo Florestal Sustentável em Florestas Públicas Federais, para permitir produção de produtos florestais madeireiros, não madeireiros e serviços nas Unidades de Manejo Florestal .

Os concessionários pagam ao governo quantias que variam em função da proposta de preço apresentada durante o processo de concorrência pública e a titularidade da terra permanece pública, sob gestão do governo, durante todo período da concessão.

Neste ano, o governo incluiu a concessão florestal no portfólio de prioridades do PPI. Em setembro, foi publicado o edital de concessão da Floresta Nacional do Amapá. Atualmente, mais de 1 milhão de hectares de seis florestais nacionais estão sob concessão para a iniciativa privada, por meio de 18 contratos. A meta é chegar a 4 milhões de hectares concedidos até 2022. O programa de concessão florestal foi lançado pelo governo federal em 2006.

Deixe um comentário

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print